Elizabeth Lail Brasil



 
Feliz aniversário, Elizabeth Lail!

Feliz aniversário, Elizabeth Lail!

25 de março está aqui e com ele, Elizabeth completa 28 anos! 🎂

O ano de 2019 foi incrível para Elizabeth, trazendo dois filmes dela ao grande público, além da nova temporada da série que deu a ela reconhecimento mundial. Em 2020, esperamos que o sucesso no trabalho continue, com ela sendo a cada dia mais reconhecida pelo talento que a gente sabe que ela tem.

Apesar de comemorar o aniversário este ano diferente da forma que planejava (já que ela está em quarentena), sabemos que esta é uma situação temporária e Elizabeth é uma das sortudas que tem condições financeiras para passar por essa fase difícil. Até lá, o podemos fazer é esperar (dentro de casa) para que tudo se restabeleça e as gravações de sua nova série, Ordinary Joe, voltem ao normal.

O projeto de aniversário deste ano (postado no Instagram) por enquanto está engavetado devido ao Coronavírus.

Neste ano, completamos 6 anos no ar apoiando Elizabeth e continuaremos aqui.

Feliz aniversário, Elizabeth Lail!

Elizabeth faz parte do elenco de Ordinary Joe?

Elizabeth faz parte do elenco de Ordinary Joe?

James Wolk, conhecido por ‘Mad Men’ e ‘Watchmen’ postou hoje em sua conta no Instagram uma foto com parte do elenco da nova série da NBC, Ordinary Joe, onde vemos Elizabeth.

Na legenda, lê-se:

Estou chateado por ter que pausar este projeto único com tantas pessoas talentosas, mas agradecido à nossa rede de televisão e estúdio por manterem o elenco e a equipe em segurança. #ordinaryjoe

Assim, dá-se a entender que Elizabeth faz parte do elenco da nova série!
Como sabemos, recentemente a atriz teve que cancelar um evento em Washington por conflitos de agenda e como foi fotografada na primeira classe de um voo, sabemos que ela estava viajando. De acordo com o One Chicago Center, as gravações de Ordinary Joe estão aconteceriam em Chicago, então as informações batem. A pausa mencionada por James é devido ao Coronavírus.

Conheça mais sobre Ordinary Joe: “É uma história no estilo de ‘De Caso com o Acaso’ que segue três vidas paralelas do personagem depois que ele faz uma escolha crucial enquanto está em uma encruzilhada em sua vida. A série em potencial exploraria a questão de como seria a vida se Joe tivesse tomado sua decisão com base no amor, lealdade ou paixão. A grande decisão vem quando Joe Kimbrough se forma na faculdade. A série aconteceria alguns anos depois e seguiria os resultados em tempo paralelo.”

Não existe confirmação oficial sobre a participação de Elizabeth ainda, nem o nome de sua personagem. Vale lembrar que a série ainda está na fase do piloto, então atores podem ser reescalados e a série pode nem sequer entrar para a programação da NBC.

Resumo via;

ELBR001.jpgELBR001.jpgELBR001.jpgELBR001.jpg

Elizabeth fala sobre ‘A Hora da Sua Morte’ com o UOL

Elizabeth fala sobre ‘A Hora da Sua Morte’ com o UOL

Elizabeth Lail pode ter uma carreira curta, mas ela já tomou o mundo. Primeiro como a princesa Anna na série Once Upon a Time; depois como parte do suspense You, em que no papel de Guinevere Beck ela se torna alvo e objeto do desejo do psicopata interpretado por Penn Badgley. A Hora de Sua Morte faz parte da cartilha da atriz em ascensão, colocando Elizabeth como protagonista de uma trama de terror sobrenatural. O filme mostra uma jovem perseguida por uma força sobrenatural ao instalar em seu smartphone um aplicativo que crava o momento exato em que ela vai morrer, e segue os passos narrativos de dúzias que o precederam. Mesmo com o final bobão e telegrafado, a atriz entrega uma performance caprichada que eleva o material. E foi para falar sobre A Hora de Sua Morte – e sobre tecnologia, terror e destino – que eu bati um papo com Elizabeth Lail, que você confere agora.

O que o terror tem que continua atraindo pessoas em todo o mundo a filmes do gênero? E o que atrai você a ele?

Eu me pergunto a mesma coisa, porque filmes de terror me apavoram! (risos) Por que as pessoas gostam de se assustar! E eu penso de verdade que é o mesmo mecanismo da catarse que experimentamos ao ir em algum evento esportivo, ao teatro ou ao cinema. Gostamos de experimentar emoções extremas, e acho que o medo é o ápice dessa gama de emoções.

Então essa vontade de abraçar o terror está relacionada com a experiência coletiva em um cinema ao lado de estranhos?

Ah, com certeza! A sensação é muito melhor, com amigos e cercados de outras pessoas. A energia é palpável, como uma montanha-russa!

Continue lendo “Elizabeth fala sobre ‘A Hora da Sua Morte’ com o UOL”