Elizabeth Lail Brasil



 
Elizabeth fala sobre ‘YOU’, série de David Fincher e ‘Supergirl’ com o THR

Elizabeth fala sobre ‘YOU’, série de David Fincher e ‘Supergirl’ com o THR

Elizabeth Lail teve seus cinco primeiro anos em Hollywood agitados. Depois de se formar na School of the Arts da University of North Caroline, na primavera de 2014, Lail rapidamente conseguiu o papel de Anna (baseada no personagem Frozen) em Once Upon a Time, da ABC. A partir daí, Lail não perdeu tempo e se tornou uma finalista para interpretar Kara Danvers / Supergirl na Supergirl da CBS. Pouco tempo depois, ela conseguiu seu trabalho dos sonhos na época por meio de David Fincher e o Videosyncrazy da HBO, que interromperam a produção após apenas quatro episódios e nunca retomaram as filmagens. Para recapitular, todos esses eventos ocorreram nos primeiros meses de sua carreira de atriz.

No início de 2016, Lail conseguiu o papel principal em Dead of Summer, da Freeform, que durou dez episódios. Depois de algumas participações especiais em The Blacklist e The Good Fight, 2017 abriu o caminho para o que se tornaria seu maior sucesso até hoje como Guinevere Beck, a protagonista feminina de YOU da Lifetime. O thriller psicológico estreou na Lifetime em setembro de 2018, mas foi cancelado apenas três meses depois. Felizmente, a Netflix, que já possuía os direitos de distribuição internacional de YOU, renovou a série para a segunda temporada. A primeira temporada chegou à Netflix (nos EUA) em 26 de dezembro de 2018 e, dentro de um mês, fomos informados que YOU tinha sido assistido por 40 milhões deassinantes da Netflix. Apesar do destino trágico para a personagem de Lail, ela não poderia ser mais agradecida pela experiência.

“Parece cereja no topo do bolo”, Lail disse ao The Hollywood Reporter. “Você nunca sabe realmente o que está se envolvendo e não faz ideia se alguém vai querer assistir ou não. As pessoas estavam tão investidas no destino dela, e isso criou muitas conversas interessantes – e importantes – sobre masculinidade tóxica e perseguição on-line. Ainda estou agradecida e ainda está influenciando minha carreira até hoje”.

O sucesso de YOU rapidamente levou à primeira oferta de longa-metragem de Lail como papel principal na Countdown da STX, um filme de terror sobre um aplicativo que prevê a hora exata da morte de uma pessoa. Pela primeira vez em sua carreira, Lail gostou do processo de fazer leituras de química envolvendo seuas colegas do sexo masculino. “Isso foi divertido para mim, porque eu sempre testei com o cara que lidera um programa ou filme”, ​​explica Lail. “Então, desta vez, todos tiveram que testar sua química comigo, e essa foi uma experiência muito gratificante para mim.” Em uma conversa recente com o THR, Lail também discute seu retorno na segunda temporada, sua experiência com Fincher em seu, agora extinto, programa da HBO e os detalhes de sua audição para Supergirl.

É uma péssima primeira pergunta, mas se esse aplicativo de expectativa de vida realmente existisse – menos os demônios – você o baixaria por curiosidade mórbida?

(Risos.) Decidi que não faria o download. Quanto menos aplicativos tiver no meu telefone, melhor… prefiro viver o momento e esperar o melhor. Se algum dia eu ler que provavelmente morrerei entre 72 e 76 anos, não conseguiria tirar isso da cabeça… não seria capaz de fingir que não vi ou não pensar. Então, não, mas sou apenas eu. Eu acho que muita gente faria o download.

Continue lendo “Elizabeth fala sobre ‘YOU’, série de David Fincher e ‘Supergirl’ com o THR”

Entrevista de Elizabeth ao ‘Chicks in the Office’

Entrevista de Elizabeth ao ‘Chicks in the Office’

No dia 17 de outubro, Elizabeth visitou o estúdio de rádio do programa ‘Chicks in the Office’ com apresentadoras Ria e Fran para participar do podcast de mesmo nome. Lá, a atriz falou sobre seu novo filme, ‘Countdown’ e sobre YOU.

Uma parte da entrevista foi liberada no YouTube, assista:


ELBR002.jpgELBR002.jpgELBR002.jpgELBR002.jpg

Ouça o podcast completo no iTunes clicando aqui.

Elizabeth lista seus filmes de terror preferidos com o POPSUGAR

Elizabeth lista seus filmes de terror preferidos com o POPSUGAR

Se existe um gênero que Elizabeth Lail conhece bem, é horror. Ela não apenas assustou o público de ‘Dead of Summer’ de Freeform, mas também estrelou como vítima de um perseguidor no thriller de sucesso da Netflix, ‘You’. E agora, bem a tempo do Dia das Bruxas, ela está liderando o elenco de ‘Countdown’, um intenso e novo filme de terror sobre um aplicativo que informa quando você vai morrer (e reivindica vidas de uma maneira cada vez mais horrível – basta dizer que provavelmente tem uma classificação baixa na loja de aplicativos).

Em homenagem à temporada assustadora, Lail fez lista de seus cinco filmes de terror para o POPSUGAR, e inclui tudo, desde os vencedores recentes do Oscar até os clássicos de Hollywood. Continue lendo para ver quais filmes ela escolheu e confira todos os outros filmes de terror que serão lançados este ano, além de Countdown!

5. A Bruxa de Blair (1999)

Este filme – sobre um grupo de estudantes que faz uma caminhada infeliz em bosques que, segundo rumores, é assombrado por uma bruxa – é creditado por ter desencadeado a obsessão pelas imagens de registro encontradas, e logo interessou Lail desde o início. “Nunca haverá outro filme tão convincente quanto este”, disse ela. “Adoro as imagens brutas e a narrativa original.”

4. O Bebê de Rosemary (1968)

Houve remakes de ‘O Bebê de Rosemary’ ao longo dos anos, mas nada se compara ao original. “Um clássico. Este me manteve atenta e me fez questionar mudar para Nova York”, explicou a estrela de 27 anos de YOU.

3. Tubarão (1975)

Para Lail, ‘Tubarão’ é uma escolha agridoce em sua lista, dado o efeito que o filme teve nos tubarões, mas ela ainda é uma grande fã do filme de terror de Steven Spielberg, de 1975. “Fico triste que deu uma reputação tão assustadora aos tubarões”, disse ela. “Mas é um dos poucos filmes de terror que posso assistir sozinha e gostar de assistir repetidamente”.

2. Os Estranhos (2008)

Este filme de 2008 é estrelado por Liv Tyler e Scott Speedman como um casal cujas vidas viram um caos violento depois de simplesmente abrirem a porta para um estranho uma noite. “A primeira cena é incrivelmente encenada e a ameaça de uma invasão doméstica é assustadoramente identificável”, disse Lail.

1. Corra! (2017)

O diretor de ‘Corra!’, Jordan Peele – que ganhou o Oscar de melhor roteiro por seu inovador filme de 2017 sobre a horrível experiência de um homem negro em conhecer a família de sua namorada branca – pode considerar Lail uma de suas maiores fãs. “Este não é apenas um dos meus filmes de terror favoritos, é um dos meus filmes favoritos, ponto final”, disse Lail. “Ainda fico pensando nele. Ele conseguiu fazer um comentário social chocante o tempo todo ao mesmo tempo que te assustava.”

Via
Tradução: Elisa – Equipe ELBR;

Elizabeth fala sobre ‘Countdown’ com o Her[.]ie

Elizabeth fala sobre ‘Countdown’ com o Her[.]ie

A atriz, que anteriormente atuou como Guinevere Beck em YOU, interpreta Quinn, uma enfermeira que baixa um aplicativo que prevê quando você vai morrer.
Com o relógio batendo e uma figura assombrando-a, ela deve encontrar uma maneira de salvar sua vida – assim como a vida das pessoas mais próximas dela – antes que o tempo acabe.

Na véspera do lançamento do filme, a jovem de 27 anos se abriu sobre o que a atraiu para o filme, se ela usaria o aplicativo Countdown, o encontro com seu colega de elenco Jordan Calloway pela primeira vez e o filme mais assustador ela já viu. “Eu li muitos roteiros e quando Countdown apareceu, era um roteiro realmente sólido, uma leitura divertida e eu me conectei com o relacionamento entre Quinn e sua irmã e Quinn e Matt”, explicou ela.

Tinha todas as peças do quebra-cabeça. Tinha horror, coração e muitos comentários sociais com o aplicativo. Foi uma surpresa muito agradável. Eu pensei que era engraçado quando estava fazendo, mas você nunca sabe até assistir. “

E enquanto ela admitia que sua personagem, Quinn, é “uma personagem forte”, Lail disse que não foi até o filme começar que a força de sua personagem realmente saiu. “No começo, ela está lidando com a morte de sua mãe e está desconectada de sua família”, disse ela. “Ela conseguiu se tornar uma enfermeira, por isso tem forças dessa maneira. Ao longo do filme, ela se abre cada vez mais e, no final, é capaz de permanecer com seu poder”.

Ela também se lembrou de quando conheceu  seu colega de elenco Jordan Calloway, de Riverdale, para sua audição – e como as coisas começaram incomuns. “Ele entrou e nos deu o cotovelo em vez de um aperto de mão [porque estava gripado]”, disse ela. “Foi embaraçoso”. “Ele realmente trouxe vida ao personagem. É ótimo quando um ator te surpreende e ele realmente nos surpreendeu. Ele me fez rir e tivemos uma química genuína desde o início, o que é sempre uma sorte encontrar”, acrescentou.

A atriz revelou que “parou de baixar aplicativos em geral” depois de trabalhar no filme – e que ela definitivamente não usaria o aplicativo Countdown se existisse na vida real (porque sim, agora existe um aplicativo como esse na App Store).

“É claro [eu não baixaria]. Você não viu o que acontece no filme? Temos um grupo entre alguns de nós que estávamos no filme e todos os outros fizeram o download do aplicativo. Fiquei pensando ‘O que você está fazendo?'”, ela disse. “Você não aprendeu nada? Eu sou a única que realmente levou o filme a sério porque parei de baixar aplicativos em geral”.

E Lail, que admitiu ser “facilmente aterrorizada”, também falou sobre o filme mais assustador que já viu – e o que o tornou tão assustador. “Sou uma daquelas pessoas que, depois de ver algo que não deveria, tenho pesadelos por um mês. Fico um pouco hesitante em entrar em um filme de terror, a menos que esteja com muitos bons amigos”, disse ela. “Na sétima ou oitava série, vi ‘O Exorcismo de Emily Rose’. Os exorcismos realmente me assustam. Os filmes sobre eles sempre começam com ‘Isso é baseado em fatos reais’. Para mim, isso significa: ‘Este poderia ser você’. Não posso deitar na minha própria cama sem temer que a qualquer momento alguma força desconhecida venha me pegar.

Via;
Tradução e adaptação por Elisa – Equipe ELBR;