Filed in Uncategorized

REVIEW DE DEAD OF SUMMER: 1×02 – Barney Rubble Eyes

ESTE POST PODE CONTER SPOILERS DO 1X02. SE VOCÊ AINDA NÃO ASSISTIU AO EPISÓDIO, NÃO LEIA. SE SIM, VOU ADORAR SABER O QUE VOCÊ ACHOU 🙂

O enredo de Dead of Summer continua, dessa vez focando em Alex, um dos concelheiros, onde Blotter ganha também destaque.

O acampamento finalmente foi aberto e os campistas chegam, todos crianças. Uma delas em particular chama a atenção Alex, que além de precisar ser constantemente vigiado (porque ainda pela mata falando sozinho), também é russo.

Alex nasceu na União Soviética e se mudou para os Estados Unidos ainda criança, onde lidou com todo o preconceito de ser estrangeiro e comunista. Na lavanderia onde seu pai trabalhava, foi convencido pelo dono a mudar seu nome para algo mais “americanizado”. Assim, Alexi Fayvinov virou Alex Powell.

O que parece ser o amigo imaginário com quem Anton conversa na floresta na verdade é o Tall Man de Tony Todd, que com poucas cenas tem presença suficiente para mais de um episódio. O corpo do personagem usado por ele em particular na última cena é impressionante. Tônus, tônus e mais tônus.

Alex acha que o rapaz que Anton conversa é o rapaz que foi visto vendendo drogas à Blotter, que por sinal é o mesmo que Sykes desconfia que seja satanista e que tenha algo a ver com o assassinato de Dave, aquele que Amy vê no lago no 1×01.

Temos momento bem fofos entre Blotter e Cricket, que mostra a ela que realmente gosta dela e sabe que as ofensas escritas nas paredes não são quem ela é de verdade. Ele tenta beijá-la, mas não dá certo, porque Cricket gosta de Alex. Mas ele gosta de Amy.

O episódio mostra como Alex é manipulador, falso e muita vezes reproduz um discurso que não acredita. Depois de uma fala bastante grossa para cima de Amy, Alex promete duas barrinhas Apollo (easter egg de Lost) para um dos campistas, para que ele ajude a convencer Amy a sair com ele. Dá certo e os dois vão para a cabine do 1×01, onde o Tall Man é visto tocando piano. Lá, Alex tem visões deu seu avô, que lhe ensinou que se você quer alguma coisa na vida, tem que pegar. E esse é o Alex.

Anton recebe a tarefa de achar os ossos de Tall Man antes que o grupo satanista ache, se não alguém vai morrer. Mas aí fica a dúvida: Alguém vai morrer se não achar os ossos ou o uso dos ossos para algum outro propósito resultará na morte de alguém? Vamos descobrir no episódio.

Deb ainda não sabe quem levará a culpa por Anton ir para o meio da floresta no meio da noite e para que Alex não seja demitido, ele droga Blotter. Em meio a alucinações que não sabemos se foi causada pelo LSD ou por forças do acampamento, Blotter é levado aos ossos de Tall Man. Quando Deb o vê drogado, ele é demitido.
Parabéns para a Elizabeth Mitchell que consegue manter a expressão de serenidade mesmo dando belíssimas broncas.

Quando Blotter acusa Alex de tê-lo drogado, Amy e ele brigam, o que deixa Cricket e Jesse felizes. Ao sair do acampamento, Blotter vê o Tall Man e ele vê algo que a câmera não mostra. O que será?

Apesar de ser um bom episódio, falha nos efeitos visuais, algo comum em série de Adam e Eddy. Talvez se tivesse um elenco jovem formado com mais atores conhecidos, atrairia mais a atenção do público para seus flashbacks. Mesmo assim, Ronen Rubinstein e Zachary Gordon fazem um bom trabalho.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *